Se você baixou o iOS 15 recentemente e gosta de privacidade. Estas são as configurações que deveriam ser alteradas assim que possível

As configurações de privacidade do iOS 15 que você deve alterar agora

A versão mais recente do sistema operacional para celulares, e seu equivalente no iPad, o iOS 15, está sendo lançada em todo o mundo. A Apple disponibilizou o download depois de anunciar o iPhone 13 em seu evento anual de hardware na semana passada.

Mesmo antes de ser lançado, o iOS 15 se mostrou controverso. 

Primeiro que as ferramentas de segurança infantil da Apple que deveriam ser incluídas nesta atualização, foram colocadas em uma pausa indefinida. Já é o segundo ano consecutivo em que este novo recurso importante está faltando.

Os controles de rastreamento de aplicativos do iOS 14 da Apple – aqueles que impedem os anunciantes de rastreá-lo em seu telefone – foram adiados até maio de 2021 e só foram incluídos no iOS 14.5 depois que o Facebook e outras empresas de publicidade reclamaram de seu impacto. 

Deixando de lado as ferramentas de segurança infantil, ainda há muitos novos recursos de privacidade e segurança incluídos no iOS 15.

Como acontece com qualquer nova atualização de software, você deve instalar o novo sistema o mais rápido possível, pois as atualizações geralmente incluem muito mais do que novos recursos e muitas vezes eliminam bugs e vulnerabilidades de segurança.

Embora a Apple tenha disponibilizado o iOS 15 para download, geralmente demora um pouco para ser implementado em todo o mundo, o que significa que pode demorar um pouco mais para chegar a algumas pessoas do que a outras. 

Confira essas 6 dicas sobre o que você precisa alterar quando instalar a atualização em seu telefone.

1 – Ative a “Mail Privacy Protection” para bloquear rastreadores de e-mail no iOS 15

No iOS 14, a Apple limpou o rastreamento de aplicativos . 

Desta vez, há rastreadores que estão ocultos nos e-mails que você envia. Esses rastreadores geralmente vêm no formato de pixels inseridos no corpo, cabeçalho ou rodapé de e-mails que devolvem informações sobre você ao remetente do e-mail. 

A nova Mail Privacy Protection da Apple impede que os remetentes de e-mail – mais frequentemente aqueles que enviam e-mails de marketing e boletins informativos – vejam seu endereço IP e quando você abre a mensagem. 

Em vez disso, ele roteará seu endereço IP por meio de vários servidores proxy e atribuirá a você outro endereço IP aleatoriamente. 

A Mail Privacy Protection não está ativada por padrão; Para ativá-la é só ir para Configurações , Mail , Proteção de Privacidade e ativar a opção para Proteger Atividade de Mail .

2 – Veja o que os aplicativos estão fazendo com o “Relatório de privacidade do aplicativo” no iOS 15

A Apple adicionou o Relatório de privacidade do aplicativo na seção Privacidade das configurações do iOS 15.

Para ativar toque em Gravar atividade do aplicativo e alterne a opção para ligado. O relatório de privacidade fornece uma visão rápida de quais sensores do seu telefone cada aplicativo usou nos últimos sete dias e os domínios aos quais ele se conectou ao longo desse tempo.

Você poderá ver quantas vezes um aplicativo acessou suas fotos, câmera, microfone e contatos durante a última semana (se você tiver concedido permissão para isso). 

Dessa forma você pode verificar, por exemplo, se um aplicativo realmente precisa usar seu microfone para funcionar. Se um aplicativo não estiver usando as permissões que você concedeu, provavelmente vale a pena desativá-las, pelo menos temporariamente.

3 – Esconda o seu endereço IP no iOS 15

Em setembro de 2017, a Apple introduziu o Intelligent Tracking Prevention (ITP) para o navegador Safari como parte do iOS 11. O ITP é a maneira do Safari de bloquear o rastreamento online que segue você pela web enquanto você navega – o aprendizado de máquina da Apple é usado para descobrir quais domínios rastreiam sua navegação e, em seguida, removem os dados armazenados nos telefones das pessoas.

A tecnologia evoluiu nos últimos quatro anos e, com o iOS 15, a Apple oferece a opção de ocultar seu endereço IP dos rastreadores. Isso significa que os sites não podem transformar seu endereço IP em um identificador, que eles podem usar para conectar toda a sua navegação. 

Para ativar a ocultação de endereço IP, vá para Configurações , Safari , Ocultar endereço IP e, em seguida, ative o botão de alternância para Rastreadores e Sites .

4 – Use o autenticador da Apple no iOS 15

Uma das maiores coisas que você pode fazer para se proteger de hackers é ativar a autenticação de dois fatores para todas as suas contas online. Na maioria das vezes, com a autenticação de dois fatores, você terá que inserir um código – geralmente gerado por um aplicativo ou enviado via SMS – junto com sua senha para acessar sua conta.

Os códigos enviados por SMS não são tão seguros quanto os gerados por um aplicativo. 

Com o iOS 15, a Apple está introduzindo seu próprio autenticador – o que significa que você não precisa usar um aplicativo de outra empresa. 

Dessa forma, você pode, se preferir, se manter trancado dentro do ecossistema da Apple. Você pode configurar códigos de verificação em Configurações , Senhas . Eles podem ser preenchidos automaticamente quando você entra em um site usando o Safari.

5 – Proteja sua navegação com Private Relay

A Apple está levando algumas de suas opções de privacidade mais avançadas para sua assinatura iCloud +

Além do aumento no armazenamento online disponível com o iCloud +, há também quatro recursos de privacidade e segurança reservados para quem paga. É a mais recente extensão da Apple para o serviço.

O primeiro é o iCloud Private Relay da Apple – um serviço semelhante a VPN (Embora compartilhe recursos semelhantes com VPNs , o serviço não é exatamente o mesmo, pois só funciona no Safari ) que roteia seu tráfego da web através de vários servidores e mantém sua localização privada. Seu tráfego da web é direcionado em duas direções: para impedir que qualquer pessoa, incluindo a Apple, consiga descobrir o que você está vendo online

A primeira parte envolve servidores de propriedade da Apple, criptografando os URLs que você está visitando e, em seguida, excluindo informações vinculadas a eles que podem identificá-lo. E, ao mesmo tempo, outra empresa – a Apple diz que está trabalhando com “parceiros confiáveis” – atribuirá um endereço IP temporário.

Para ativar o iCloud Private Relay, se você estiver pagando pelo iCloud +, visite Configurações , toque em seu nome na parte superior da tela, vá para iCloud , Private Relay e ative a opção. 

Também incluídos no iCloud + estão Hide My Email , opções de domínio de email personalizado e HomeKit Secure Video . O primeiro deles gera endereços de e-mail aleatórios para os sites nos quais você deseja se inscrever, mas não possui seus dados pessoais; o segundo permite que você personalize seu endereço de e-mail do iCloud com um nome de domínio personalizado. 

Finalmente, as alterações do HomeKit permitem que você armazene filmagens criptografadas no iCloud – embora o recurso já estivesse disponível antes da nova marca do iCloud +.

6 – Verifique os princípios básicos de privacidade

Como você já está passasando pelas configurações de privacidade do seu iPhone, vale a pena fazer uma rápida revisão das opções pré-iOS 15 existentes. 

É possível que você esteja compartilhando dados com mais aplicativos e empresas do que se lembra e existem algumas etapas rápidas que você pode seguir para melhorar a privacidade no dispositivo.

Comece indo para Configurações e, em seguida, toque em Privacidade . 

A primeira coisa que você deseja fazer é verificar se os Serviços de localização estão ativados. Para obter a opção de maior preservação da privacidade, você pode desativar os Serviços de localização completamente. No entanto, isso pode não ser o mais prático. Existem muitos motivos pelos quais você pode querer que um aplicativo saiba sua localização – como um aplicativo de mapas usado para calcular a direção de sua viagem ou sua câmera para registrar onde as fotos são tiradas. 

Em vez disso, as configurações de compartilhamento de localização podem ser alteradas para cada aplicativo de forma individual – as opções incluem nunca, perguntar na próxima vez que o aplicativo for usado ou durante o uso do aplicativo.

Enquanto estiver na seção Privacidade do iOS , toque em Rastreamento . 

Esta opção mostrará quais aplicativos desejam rastrear seu comportamento em outros aplicativos e permite que você desative o rastreamento. Use o botão de alternância para negar aos aplicativos a capacidade de perguntar se você deseja ser rastreado; todas as solicitações para rastreá-lo serão negadas.

Também em Privacidade está a capacidade de ver quais aplicativos têm permissão para acessar seus contatos, fotos de calendários, Bluetooth, arquivos, câmera, microfone e outros sensores de dispositivo. Toque em cada opção para ver a quais aplicativos você concedeu permissão e revogar aqueles com os quais não se sente confortável.